Dr. Marcelo Bellini Dalio | Cirurgia Vascular e Endovascular | CRM SP 104721 | RQE Nº 26563 English
Como prevenir os problemas vasculares?

Como prevenir os problemas vasculares?

01/06/2017

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL
Também chamado de derrame, é a segunda causa de morte mundial. Ocorre quando há o entupimento ou rompimento de uma artéria que leva sangue ao cérebro. A obstrução das artérias carótidas é uma causa importante de derrame.
  • Como prevenir? É preciso tratar os fatores de risco para a doença que são: pressão alta, diabetes, obesidade e colesterol alto. É fundamental parar de fumar. Um exame de ultrassom Doppler pode detectar a obstrução das artérias carótidas.


TROMBOSE VENOSA
Ocorre quando há formação de coágulos de sangue dentro das veias das pernas, causando um bloqueio da circulação. O sangue não consegue retornar para o coração e ocorre inchaço e dor nas pernas.
  • Como prevenir? Pessoas que tem mais risco para trombose venosa são: mulheres grávidas, pacientes com câncer, pessoas que precisam se internar para realizar cirurgias grandes, indivíduos com trombose na família, pessoas que tem uma tendência genética a ter trombose chamada trombofilia, passageiros de voos com mais de 8 horas de duração, entre outros. Em todas estas situações, é possível prevenir a trombose com exercícios, medicamentos e uso de meias elásticas.


ANEURISMA DE AORTA
É a dilatação anormal da parede da aorta, o principal vaso sanguíneo que sai do coração e faz o sangue circular para todas as partes do corpo. Parte da aorta fica dilatada como uma bexiga de aniversário e corre o risco de romper-se ao romper-se, pode causar a morte. As estimativas apontam que o problema ocorre em 5% dos homens e 1% das mulheres acima de 55 anos.
  • Como prevenir? Não existe prevenção. Como a doença não causa sintomas, é importante realizar exames para diagnóstico precoce, principalmente nas pessoas com mais de 60 anos, fumantes, pessoas com pressão alta e pessoas com casos de aneurisma na família. Tratar a pressão alta, diabetes, colesterol alto e não fumar ajuda a evitar que os aneurismas aumentem de tamanho.


ANEURISMA PERIFÉRICO
É a dilatação anormal da parede de artérias nas pernas e nos braços. É mais difícil de romper-se, mas pode gerar um coágulo e impedir a passagem de sangue, comprimir um nervo ou uma veia próxima, causando dor, formigamento e inchaço.
  • Como prevenir? Assim como o aneurisma de aorta, não há prevenção. É preciso realizar exames de diagnóstico. Costuma ser descoberto em exames para investigação de outras doenças. Por isso é importante um exame clínico detalhado. Assim como no aneurisma de aorta, tratar a pressão alta, diabetes, colesterol alto e, principalmente, não fumar ajuda a evitar que os aneurismas aumentem de tamanho.


VARIZES
É o problema vascular mais comum. Aparecem quando as veias das pernas não funcionam corretamente e o sangue não consegue circular até o coração. Isto causa dilatação das veias, dor e inchaço nas pernas.
  • Como prevenir? A principal causa é herança familiar. Quem tem tendência e ter varizes deve evitar ficar muito tempo em pé e realizar atividades físicas. Manter-se no peso correto é fundamental. Quando indicado pelo cirurgião vascular, usar meia de compressão pode ajudar a evitar as varizes.


DOENÇA ARTERIAL OBSTRUTIVA
Ocorre quando placas de gordura se formam dentro das artérias que levam sangue para as pernas, causando o seu estreitamento ou até mesmo a obstrução completa. Isto impede o sangue de circular normalmente. Quando os músculos das pernas não recebem a quantidade de sangue suficiente, ocorre a dor. A maioria dos pacientes com este problema não tem sintomas no início. A dor na batata da perna ao caminhar costuma ser o primeiro sintoma.
  • Como prevenir? Não fumar, já que o tabagismo aumenta em quatro vezes o risco para a doença. Manter o colesterol controlado, tratar a pressão alta e a diabetes ajudam a evitar a doença. Praticar atividade física é fundamental.


PÉ DIABÉTICO
A diabetes mal-controlada por muitos anos causa alterações no nervos e a pessoa pode perder a sensibilidade dos pés. Ao ter alguma ferida nos pés, ela não sente e essa ferida também não cicatriza. Os pés podem ficar deformados. Uma das características do pé diabético é o ressecamento. Se não tratado pode gerar a amputação do membro.
  • Como prevenir? O segredo é controlar a diabetes. Fazer a alimentação adequado, praticar exercícios e usar a medicação correta. É importante fazer constantemente exames de sangue para garantir o controle correto. Examinar os pés diariamente em busca de feridas e machucados ajuda a detectar problemas precocemente. Usar calçado apropriado pode evitar calos e feridas.

Problemas
Vasculares