Dr. Marcelo Bellini Dalio | Cirurgia Vascular e Endovascular | CRM SP 104721 | RQE Nº 26563 English

Doença Arterial Obstrutiva


O que é doença arterial obstrutiva?
A doença arterial obstrutiva, conhecida também como obstrução arterial, ocorre quando placas de gordura se formam dentro das artérias que levam sangue para as pernas, causando o seu estreitamento ou até mesmo a obstrução completa. Isto impede o sangue de circular normalmente. Quando os músculos das pernas não recebem a quantidade de sangue suficiente, ocorre a dor. Esta dor se manifesta principalmente na panturrilha e na coxa, e ocorre quando a pessoa caminha e melhora quando ela pára de andar. Os médicos chamam este tipo de dor de ”claudicação”. 

A doença arterial obstrutiva aparece com mais frequência nas pessoas que:
 
  • Fumam
  • Têm diabetes
  • Têm colesterol alto
  • Têm pressão alta


Quais são os sintomas da doença arterial obstrutiva?
A doença arterial obstrutiva geralmente causa dor na panturrilha e na coxa, que ocorre quando a pessoa caminha e melhora quando ela pára de andar. Em casos mais graves, a doença arterial obstrutiva  pode causar também:
 
  • Dificuldade de ereção em homens
  • Pés frios e com coloração arroxeada
  • Feridas nos pés que não cicatrizam
  • Dor nas pernas que ocorre durante o repouso

Os sintomas da doença arterial obstrutiva variam de uma pessoa pra outra, e dependem de:
 
  • Quais artérias estão afetadas
  • Qual a gravidade do estreitamento
  • Qual a atividade física da pessoa


Existe algum exame para doença arterial obstrutiva?
Sim. O cirurgião vascular pode diagnosticar a doença arterial obstrutiva pelo exame cuidadoso das pernas. Ele pode também medir pressão arterial nas pernas com um aparelho de ultrassom doppler. Em alguns casos, ele necessita solicitar exames de imagem:
 
  • Ultrassom dúplex – visualiza as artérias e diz a porcentagem de estreitamento.
     
  • Ressonância magnética – utiliza um campo magnético para visualizar as artérias e dizer a porcentagem de estreitamento. Requer a injeção de um contraste na veia do braço, que faz os vasos aparecerem mais nítidos.
     
  • Tomografia computadorizada – utiliza raios X para visualizar as artérias e dizer a porcentagem de estreitamento. Também requer a injeção de um contraste na veia do braço.
     
  • Angiografia – utiliza raios X e contraste injetado diretamente nas artérias.


Qual é o tratamento da doença arterial obstrutiva?
O tratamento da doença arterial obstrutiva deve iniciar com:
 
  • Parar de fumar
  • Controlar a pressão, o diabetes e o colesterol
  • Fazer exercícios físicos – o cirurgião vascular pode orientar qual o melhor exercício para cada caso.


Existem outros tratamentos disponíveis?
Além do tratamento com exercícios físicos, controle da pressão, diabetes e colesterol, os pacientes podem tomar medicamentos para aumentar o fluxo de sangue para as pernas.
Se os sintomas não puderem ser controlados com medicamentos, ou surgirem sintomas mais graves, como feridas ou dor em repouso, o cirurgião vascular pode propor os seguintes procedimentos:
 
  • Angioplastia e stent – o cirurgião vascular desobstrui a artéria com um balão inflado dentro da área estreitada. Se necessário, ele pode colocar um stent, que é tubo de metal fino que mantém a artéria desobstruída. Este procedimento é feito por um pequeno corte na virilha.
     
  • Cirurgia – o cirurgião pode fazer uma “ponte” que faz o sangue chegar na perna desviando da área obstruída. Para fazer a “ponte”, ele pode usar a veia safena da mesma perna (ponte de safena), ou usar uma prótese.


Qual procedimento é melhor?
O melhor procedimento depende de cada caso. A angioplastia e stent funciona bem quando há obstrução em uma área pequena e localizada na artéria. Para uma área obstruída grande, ou doença mais grave, a cirurgia é a melhor opção. O cirurgião vascular pode recomendar o melhor procedimento para cada caso. Se ele sugerir angioplastia e stent ou cirurgia, é importante fazer as seguintes perguntas:
 
  • O que eu ganho com o procedimento?
  • Quais são os riscos do procedimento?
  • O que acontece se eu não fizer o procedimento?
  • O cirurgião vascular que fará o procedimento tem experiência?

Problemas
Vasculares